Compartilhar

Há muitos anos atrás, estava trabalhando no meu escritório, no segundo piso de nossa escola do DeROSE Method, quando adentra a sala a Instrutora Lisandra Zapelini, a Lika.

– Jojó, por favor, desça para atender um maluquinho. Não estamos conseguindo controlá-lo – suplicou, com uma expressão assustada no rosto.

Imediatamente desci e me defrontei, na área de atendimento aos interessados, com um homem confortavelmente sentado à mesa da recepção, bem vestido, com um meio sorriso na face, aparentando uns quarenta anos.

-Pois não, amigo. Em que posso ajudá-lo? Perguntei, enquanto sentava-me do outro lado da mesa.

-Meu nome é fulano de tal, e estive internado durante quatro anos na Colônia Santana (que era um estabelecimento especializado em tratamento e internação de doentes mentais) e gostaria de me matricular.

Olhei para o nosso amigo por alguns instantes. Minha visão periférica percebeu cinco Instrutores colocados ao redor da mesa, disfarçadamente realizando alguma tarefa, mas com ouvidos e olhos veladamente colados na nossa conversa.

-Veja bem, meu senhor. Olhando minha tabela de horários, noto que o único que tem disponibilidade de vagas é o das três da madrugada, ás terças e quintas-feiras – disse-lhe eu, na certeza de o horário fictício o desmotivaria a tentar inscrever-se. O louco me olhou por um instante, piscou os olhos e abrindo um sorriso largo, desencostou-se da cadeira e proferiu:

-Pois é este horário mesmo que eu queria!


Compartilhar

Categories:

Tags:

Comments are closed