Compartilhar

Adotando progressivamente os atos de poder, como vimos no post anterior, em pouco tempo o indivíduo descobrirá que o segredo para mudar um costume está em discipliná-lo. Isto produzirá eficácia para perpetrar qualquer mudança e quebrar hábitos inibidores da criatividade e coragem, ampliando o espectro de oportunidades e escolhas evolutivas e inteligentes.

Um dos efeitos mais visíveis, quando passamos a cultivar atos de poder, é o desabrochar da percepção do valor próprio.

Neste caso, valor pode ser definido como a plena consciência de nossas habilidades e talentos. Também é definido como a qualidade humana de natureza física, intelectual ou moral, que desperta admiração ou respeito; condição excepcional; talento, habilidade, maestria.

Adquirir essa consciência é saber quem somos, e não apenas o que temos. Quanto mais nos conhecemos, mais valor outorgamos a cada momento da nossa vida. Tudo se torna uma experiência única de autoconhecimento, autossuperação, e acordamos todos os dias para novas habilidades até então desconhecidas dentro de nós.

O desdobramento dessa percepção é um elevado amor-próprio, atributo emocional que muito contribui, assim como a disciplina, para uma efetiva e duradoura gestão do tempo. Esta, por sua vez, desembocará na conquista de um bem muito precioso: o banco de tempo.

Você já percebeu que a grande maioria das pessoas alega que não cuida do corpo por absoluta falta de tempo? Pois, administrando-o melhor, criamos um espaço na nossa agenda de compromissos e tarefas para prestar atenção no nosso organismo, alcançando a tão almejada, falada e pouco cultivada qualidade de vida.

Dessa forma, geramos um círculo virtuoso dos atos de poder, numa espiral ascendente de evolução, saúde, domínio de stress, elevada confiança, percepção de valor e autoconhecimento

#gestãodotempo #agenda #atosdepoder #prioridade #focus #jorismarengo #jojomarengo #derose #derosemethod #derosemethodgamadeça


Compartilhar

Categories:

Tags:

Comments are closed